A filha de Michael Jackson, Paris, teme que o documentário Leaving Neverland vá arruinar sua carreira como atriz

Nota: Ajude o site a continuar online, clique nas publicidades, gratidão!


ADVN - O documentário, no qual dois homens, Wade Robson e James Safechuck, alegam que Michael Jackson abusou sexualmente deles quando eram garotos, vai ao ar no Reino Unido esta semana.

E agora, Paris Jackson teria dito aos amigos que está ansiosa que Leaving Neverland poderia arruinar sua carreira de atriz iniciante, temendo que as novas reivindicações contra seu pai pudessem impedir que os chefes de cinema a escalassem.

Uma fonte disse ao The Sun que a atriz aspirante, 20 anos, espera forjar uma carreira de sucesso, mas teme que o documentário tenha arruinado suas chances de decolar.

A fonte disse: 'Ela estava em um filme no ano passado, mas acredita que o documentário já está assustando os diretores porque o abuso do qual seu pai é acusado pode afastar os espectadores do filme.

Tudo se resume ao marketing. A preocupação é que qualquer filme que ela protagonize será prejudicado se o escândalo de abuso de Michael for pensado por todas as pessoas quando a virem na tela.

"Ela quer agir, mas sabe que isso pode afetar esses planos." MailOnline entrou em contato com representantes de Paris Jackson para comentar.

Em março de 2017, Paris fez sua estréia como atriz convidada na série FOX Star, como a especialista em mídia social Rachel Wallace.



Em 2018, ela fez sua estréia no cinema como Nelly na comédia criminal Gringo, estrelada pelas atrizes Charlize Theron, Amanda Seyfried e Thandie Newson.



Em julho passado, o Deadline informou que Paris havia conseguido um papel no filme The Space Between, um drama indie cômico estrelado por Kelsey Grammer.

Paris deve tocar Cory, uma cantora sensual desesperada por sua grande chance e pelo interesse amoroso do aspirante a gravador Charlie Porter.

Wade Robson e James Safechuck alegam que foram molestados por Michael Jackson, alegações que são exploradas no documentário Leaving Neverland.

Os dois entraram com processos judiciais em 2013 dizendo que estresse e trauma os forçaram a encarar a verdade e admitir que foram abusados ​​sexualmente. Os ternos foram descartados por motivos técnicos, mas estão sob recurso.

Deixando Neverland estreou no Sundance Film Festival, onde o Sr. Robson e o Sr. Safechuck foi aplaudido de pé depois. Está previsto para ser transmitido no Channel 4 esta semana. (Dailymail)


Comentários