Selena Gomez acusa os líderes de tecnologia após os apoiadores de Trump invadirem violentamente o Capitólio dos EUA

ADVN - Selena Gomez questionou os líderes de tecnologia na quarta-feira.

A cantora de 28 anos emitiu um comunicado nas redes sociais depois que partidários do presidente Donald Trump invadiram violentamente o Capitólio dos EUA em Washington, D.C. para protestar contra a derrota nas eleições para o presidente eleito Joe Biden.

'Hoje é o resultado de permitir que pessoas com ódio em seus corações usem plataformas que deveriam ser usadas para unir as pessoas e permitir que elas construíssem uma comunidade', disse Gomez, antes de dizer com quem ela estava falando diretamente.

Ela continuou: 'Facebook, Instagram, Twitter, Google, Mark Zuckerberg, Sheryl Sandberg, Jack Dorsey, Sundar Pichai, Susan Wojcicki - vocês todos falharam com o povo americano hoje e espero que consertem as coisas daqui para frente.'

A artista multi-talentosa nomeou líderes após os apoiadores de Trump encenarem protestos massivos em conjunto com a disputa parlamentar republicana pelos resultados das eleições, antes da inauguração planejada do presidente eleito Joe Biden em 20 de janeiro.

Em meio aos eventos históricos de quarta-feira, as autoridades perderam o controle quando as pessoas entraram no edifício do Capitólio, vandalizando e invadindo, com um homem chegando ao escritório de Nancy Pelosi. As autoridades locais disseram que uma mulher (que não foi identificada publicamente) foi morta a tiros dentro do prédio em meio ao caos.

O Twitter suspendeu a conta de Trump na quarta-feira, após uma série de tweets que pouco fizeram para conter a violência em curso.

Agencia Dailymail


Seja um parceiro do nosso Blog: Fale conosco.

Segue o "Águas da vida" no Facebook

Segue no Instagram: @aguasdavidanews



 

Comentários